quinta-feira, 18 de julho de 2013

1001 coisas que vocês não sabem sobre mim *

Tenho a mania de imitar a D. Dolores.
Essa mesmo, a mãe do Cristiano Ronaldo.
De todas as pessoas que há no mundo porquê a D. Dolores Aveiro?
Pois não sei, saíu-me um dia e as pessoas acharam graça.
E, tal como os bébés, quando me acham graça repito a graçola.
Normalmente invento diálogos entre a D. Dolores e a russa, sempre com a sogra preocupada por a nora estar tão despida e poder vir uma aragem que a constipe.
Já embirrei muito com a russa, costumava até dizer que não percebia porque gastava ela tanto dinheiro em roupa se mesmo vestida parecia estar despida.
Também já embirrei muito com o Cristiano, agora, apesar das p u t a s das borbulhas não lhe desaparecerem da cara, até acho que está a ficar um homenzinho.
Ou tem dias que acho.
Do clã só nunca embirrei com a D. Dolores, porque a ouvi uma vez, há muito tempo, numa entrevista daquele moço que anda por aí a perguntar às pessoas o que dizem os olhos delas (também embirro com esse), contar como era quando o filho era pequeno e veio para a escola do Sporting.
E até se me tolheu o coração quando ela contou que o Cristiano precisava dumas chuteiras e que, como não tinham dinheiro para as chuteiras, a família decidiu vender a televisão.
Dito isto, tenho para mim que esta gente merece viver na maior casa apalaçada do Funchal, assim toda forrada a onça e carregadinha de dourados, cromados e espelhados.



* e que provavelmente vão desejar nunca ter sabido!

3 comentários :

  1. Hummm, também embirro um pouco com essa familia. Quanto ao Cristiano respeito o profissional que ele é. Desconhecia essa entrevista e pelo que contas-te fiquei a admirar um pouco a D. Dolores.


    bjs

    ResponderEliminar
  2. quem tem pais assim tem o mundo nas mãos... e o Cristiano que o diga! =)

    ResponderEliminar
  3. Não sigo a vida destas pessoas (também não compro revistas cor de rosa, só as leio no cabeleireiro, de 2 em 2 meses).

    ResponderEliminar

Obrigada pelo comentário ☺