quinta-feira, 28 de fevereiro de 2013

por favor não me processem que estou desempregada

A mim o que me choca é a pobreza de espírito da coisa.
Sou contra todo o tipo de discriminação, mesmo a chamada discriminação positiva.
Estive um dia sem computador e sem televisão e parece que foi nesse dia que o salazarismo voltou e a liberdade de expressão se foi.
Sinceramente, eu acho que a Sofia Alves atriz se veste mal.
Sinceramente, eu acho que a outra Sofia não ía vestida de acordo com a ocasião.
O que eu gostava mesmo era que a Sofia tivesse tido um dia de sonho.
A chegar ao Kodak Theatre numa mega limousine, super produzida, e que terminasse a noite numa daquelas festas pós óscares a bebericar champanhota no meio das estrelas.
Isso é que era em grande.


(sem qualquer desmérito para a fundação Make a Wish)

5 comentários :

  1. Percebo o ponto de vista mas talvez por ter perdido dois primos muito cedo com cancro...custa-me muito ler a palavra cancrozinho.Custa-me até ás lágrimas.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Lamento, não queria ofender.
      O cancro sempre fez parte da minha vida e da minha profissão, talvez por isso para mim seja apenas uma palavra. Conheço bem a crueldade da doença, mas sou contra o ter pena das pessoas.

      Eliminar
  2. A nossa liberdade termina quando começa a dos outros.

    No convite da outra Sofia dizia um look casual pois não estava previsto ela ir á passadeira vermelha e isso foi uma "surpresa" de ultima hora.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu não sei o que dizia o convite nem sabia quem era a míuda, mas sei que em Portugal somos sempre pequeninos de espírito.
      E acho que a atriz se está a aproveitar da situação.

      Eliminar

Obrigada pelo comentário ☺