quarta-feira, 30 de janeiro de 2013

madame des apricot séchés

Ontem ao ver a notícia sobre as ondas da Nazaré, lembrei-me da minha última passagem por aquela terra.
Aquelas vendedoras de rua vestidas com as sete saias são umas fiteiras que só armam espétaculo para francês ver, digo-vos eu.
Na minha última passagem pela Nazaré eu ainda era loura e como sou muito branca e coro facilmente com o sol estou habituada a passar por gringa.
Normalmente tomam-me por inglesa e realmente estranhei as vendedoras de rua cantarem e dançarem e falarem-me em francês "madame des apricot séchés"...
E eu, idiota poliglota, sorria e respondia "non merci madame".
Nisto o meu homem que, como sempre, anda sei lá por onde sempre perdido de mim, máquina de filmar em punho, grita-me pelo nome "óóó Scarlet filhaaa!" mesmo no momento em que eu disparava fotos e a vendedora mais animada cantava, dançava e posava para mim.
Mas eis senão quando se deu a transformação.
A criatura outrora tão afável, que insistia para que lhe comprasse o raio dos damascos secos, rodou a baiana as sete saias e correu-me a impropérios.
"Aiii grande sonsa! Olha a filha da p*** que só me queria apanhar o retrato! Aiii querias!"
Tudo isto acompanhado de gestos profusos enquanto levantava as saias e batia na cueca XXL e continuava...
"Ó Laurinda, tu já viste a p**éfia? A enganar-me! Olha o c*******!"
Mesmo sem sol eu teria corado até à raíz escura dos cabelos louros, envergonhada e atordoada, e claro que saí dali a sete pés e claro que culpei o meu homem pelo sucedido, embora nem soubesse porquê, mas a culpa só podia ser dele!
Percebemos depois que ao mesmo tempo que nós tinham chegado uns autocarros carregadinhos de franciús, daí os filhos da p*** dos apricots séchés...



5 comentários :

  1. Simplesmente hilariante !!!! Deviam era ter filmado a cena.... fazia o maior dos sucessos... Besitossssssssssssssssssss

    ResponderEliminar
  2. Essas cenas (lamentáveis), não são exclusivas da Nazaré. Quem nunca se sentiu turista de 2ª, no Algarve, que atire a primeira pedra.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Atenção que não era minha ideia ofender ninguém nem descriminar a Nazaré!
      Nem acho que a cena tenha sido lamentável, foi muito portuguesa! :D
      Por acaso sempre fui muito bem tratada no Algarve, mas estive muitos anos sem ir para lá de férias. Nos últimos 6 anos tenho ido e tenho gostado muito.

      Eliminar
  3. Gosto muito da Nazaré é um sitio lindo. Adorei ler a sua aventura tive mesmo de rir. Nada como algumas experiência engraçadas para relembrar.
    Beijinhos grandes.

    ResponderEliminar
  4. Ahahah, realmente as Nazarenas "são frescas".

    bjs

    ResponderEliminar

Obrigada pelo comentário ☺