quinta-feira, 24 de janeiro de 2013

cinderela # 2

Também houve aquela vez em que um quarentão, bem apessoado, me deitava olhares enquanto esperávamos pelo comboio.
Quando o  comboio estava a entrar na plataforma ele dirigiu-se a mim.
E eu, confiante, já a sentir-me a última bolacha do pacote, preparada para me fazer de difícil, a atirar o cabelo para trás dum modo extremamente sensual, sorri.
E estas foram as suas palavras: "Peço imensa desculpa, já deve ter reparado que estava a olhar para si, mas tenho mesmo de lhe perguntar... onde é que comprou esses sapatos? São fantásticos!".
(!!!)
Por momentos pensei "Que engraçado, pareceu-me que ele falou de sapatos, mas tenho a certeza de que o que ele disse foi você é linda, estou apaixonado por si!".
E nisto o comboio chegou e eu só consegui balbuciar seaside e ele ainda rematou "A sério? Olhe que nunca vi lá nenhuns sapatos tão giros".
Entrei no comboio e fui sentar-me longe, já a caír em mim e a explodir de riso.
Só há uma coisa que até hoje me intriga, ele tinha tão um ar tão normal e gay não era, porque um gay jamé confundiria uns sapatos com uns botins!


6 comentários :

  1. AHAHHAHAH. Hilariante este teu post. Muito bom!!

    ResponderEliminar
  2. menina, scarlet, va por esta pseudo psicologa: isso foi um momento de transferência, claro que na verdade ele queria demonstrar que estava fascinado com a sua beleza, mas no momento h transferiu os sentimentos para os sapatos ;)

    ResponderEliminar
  3. Eheheheh!Imagino a tua cara, minha querida Scarlet!! ;)
    Beijinhos.

    ResponderEliminar

Obrigada pelo comentário ☺