quinta-feira, 20 de dezembro de 2012

la família

Tenho de confessar que o meu maior pesadelo da vida adulta pós-divórcio era o natal.
De família próxima restavam-me a minha mãe e a minha tia e o meu único desejo era que as horas voassem.
No dia 25 a coisa lá animava com a visita de mais famíliares, mas a noite de consoada levava-me a pensar cometer suicídio.
Começava com a logística da coisa, o ter de lá dormir.
Depois dos 30 ninguém tem paciência para dormir fora de casa, num sofá cama, mesmo que seja na casa onde cresceu.
Depois dos 30 uma mulher precisa de maquilhagem no dia de natal e de pijama, porque vai dormir fora que em casa não usa, e duma muda de roupa, e dos seus proutos de higiene e de sei lá mais o quê, e acabava por levar um troley de fim de semana cheio de coisas que acabava por não usar.
Três 'viúvas' sentadas a uma mesa, a minha tia a insistir para eu comer, mesmo as coisas de que nunca gostei  e que ela sabe quais são porque foi ela quem me criou, conversas de circunstância de surdos, porque eu era a única a ouvir bem.
No último ano que passamos juntas a noite de consoada, comemos arroz temperado com canela, porque a minha tia se enganou.
(e eu que detesto canela e nem gosto de arroz doce)
A minha mãe a dormitar mal se sentava no sofá, a minha tia a falar de gente que não conheço, a minha tia a insistir em explicar-me donde é que eu conheceria as pessoas que não conheço, a televisão com o volume quase no máximo e eu a sentir uma enxaqueca a aproximar-se a passos largos.
Às onze da noite já se tinham trocado os presentes e estávamos todas na cama.
Um santo natal, portanto.
O engraçado disto é que chego à conclusão que elas secalhar faziam tanto frete quanto eu (querem ver que a canela no arroz não foi engano??) e que agora somos todas mais felizes.
Elas passam o natal com as amigas e eu passo o natal a dois.


10 comentários :

  1. Arroz temperado com canela...essa está boa!! Mas o que importa é que no final estejam todas bem e felizes!!

    ResponderEliminar
  2. Confesso que este me fez rir... Muito!! :)

    Feliz Natal Scarlet!

    Beijinho*

    ResponderEliminar
  3. Seja como for e onde for, que seja santo e feliz e votos de muita saúde, alegrias e presentes:) beijinhos

    ResponderEliminar
  4. Querida Scarlet obrigada por me teres feito passar por tonta aqui nas aulas de Cultura Medieval. A professora a falar da peste e eu a rir-me que nem uma tonta por causa do arroz com canela :p

    Eu deixei de comemorar o Natal. Normalmente janto com a familia, mas janto todos os dias por isso nothing new.
    Não ofereço prendas a ninguém e não gosto que me deiam prendas no Natal. Adoro receber prendas, mas não no Natal.
    Sou a ovelha negra, toda a minha familia é Cristã e eu sou académica. É impossivel acreditar numa religião como a Cristã depois de se estudar as suas origens.
    Bem vim aqui só ver o que se passava e já estou a divagar :p

    Beijinhos
    Vanessa
    diariodeumabeautyjunkie.blogspot.com

    ResponderEliminar
  5. Essa noite é para ser passada da forma que gostamos,mas não pude deixar de achar engraçado a vossa noite de Natal lol

    ResponderEliminar
  6. O Natal pode ser mesmo um frete! Nem tudo é Sempre bom no Natal. Não falta quem queira um Natal sozinho. E corre bem. bj e feliz Natal

    ResponderEliminar
  7. Ora e o Natal é para se passar feliz e não a fazer fretes, portanto fazem todas muito bem.

    ResponderEliminar

Obrigada pelo comentário ☺