sábado, 15 de setembro de 2012

post talvez demasiado sério para um sábado de manhã

Eu vou estar na rua, a bater em tachos e panelas, a gritar BASTA!
Não quero correr com a troika, quero ser uma portuguesa honrada e pagar as minhas dívidas.
Mas quero ter direito ao futuro, quero viver com dignidade.
Não aguento mais viver assim, a prazo, a conta gotas, a golos de ar.
Não aguento mais adormecer e ter pesadelos e acordar a meio da noite a sentir que a minha vida é isto, apenas escuridão e medo.
Tenho mais um ano e meio de sobrevivência garantida.
E depois? Prostituição aos 42??
Neste momento os empregos que não estou a conseguir  pagam 1/3 do que era o meu salário.
Nunca vivi com tão pouco, nem quando comecei a trabalhar há 20 anos.
O que significa que mesmo que arranje emprego, não arranjo solução para a minha vida.
Quero o meu país de volta.
Quero ter direito à vida.
Quero ter direito ao futuro.
Quero ter esperança.
E é por isso que hoje vou para a rua.
"A Rua não tem dono. 
É o espaço de todos. 
Nunca é meu nem teu. 
É nosso.
A Rua. 

A Rua mete só mete medo a quem não sabe o que é ser nosso, a quem o nosso abomina.
Nosso. 

Nosso é o destino. 
Nossa é a decisão.
Não sou eu que conto. 

Não és tu que contas. 
Somos nós que contamos.
Na Rua."



(
texto de @Mário Nuno Neves retirado daqui)

9 comentários :

  1. estou no momento a fazer voluntariado se não era onde estava

    ResponderEliminar
  2. Nós por cá já nos estamos a preparar para também sair à rua.

    ResponderEliminar
  3. Olá Scarlet.
    Hoje se pudesse também ia, mas a minha cabeça provavelmente é onde vai estar. Também estou farta de tudo o que se está a passar.
    Beijinhos grandes.

    ResponderEliminar
  4. Porque estou longe não irei estar presente fisicamente nessa manifestação pela dignidade, mas aqui longe onde estou contribuo para que ninguém se esqueça de ir e gritar bem alto também por mim.
    A petição está assinada, o post publicado no blog e no meu FB pessoal!
    É o futuro de todos nós e dos nossos filhos e netos que está em jogo!

    ResponderEliminar
  5. Eu também fui! Em Leiria e na Marinha Grande! Eles que se cuidem, que o povo está quase de cabeça perdida!

    ResponderEliminar
  6. Tentei publicar este comentário através do tlm, mas eliminei-o e agora não sei 'deseliminá-lo' :( aqui fica o registo com o meu pedido de desculpas.

    abspinola deixou um novo comentário na sua mensagem "post talvez demasiado sério para um sábado de manh...":

    Estaremos por lá a dizer BASTA!
    Queremos as nossas vidas de volta
    Quero ter esperança
    Quero um futuro para o meu filho
    Quero de volta os Sub Natal e Sub Ferias
    NÃO QUERO SER PENALIZADA EM 7 % Sobre o ordenado do Marido e meu...

    CHEGA

    BASTA

    TEMOS QUE LUTAR PELOS NOSSOS DIREITO

    ResponderEliminar
  7. A questão de tudo isto, não é a Troika, mas o facto de o governo ir mais além do que devia.
    Gozámos de vidas faustosas (eu não, mas muitas famílias), gastámos demais, a banca aliciou-nos os sonhos, mais cedo ou mais tarde isto aconteceria.
    Temos de cuidar das nossas despesas, não temos é que pagar tudo do nosso trabalho.
    Por este caminhar, não vou ter dinheiro para a alimentação. Também tenho compromissos certos que cumpro todos os meeses. O que resta é para o dia a dia, que está apertadíssimo.
    ´Manifestação sim, com serenidad. Acho que esta tardou um pouco. Mas valeu. Mostramos que não estamos a dormir...

    ResponderEliminar
  8. E espero mesmo que esta manifestação conte para mudar este país e para dar de novo esperança numa vida melhor.

    ResponderEliminar

Obrigada pelo comentário ☺