terça-feira, 14 de agosto de 2012

vai uma ajudinha?

Estava aqui a reparar como eu realmente só leio as coisas na diagonal, salto etapas e nunca presto atenção aos pormenores.
E realmente é um defeito, um ponto fraco que eu tenho, mas não fica bonito admiti-lo.
Isto a propósito das entrevistas de emprego.
Perguntinha sacramental é "quais são os seus pontos fortes ou que considera serem uma mais valia para a função" e esta é fácil, que eu sou praticamente perfeita e adoro falar de mim.
O problema é o verso da questão, quando perguntam "então e quais são os seus defeitos ou pontos fracos"...
(what?)
Pois, sinceramente, não sei.
Para já eu vejo qualidades em todas as minhas características que poderiam, à primeira vista, ser (mal) interpretadas como defeitos.
Porque eu já sou crescida, já ando nisto de virar frangos vai para uns anos e tornei-me atenta e perspicaz.
Quando a Scarlet carneiro começa a vir ao de cima, salta ao barulho a Scarlet psicóloga que há em mim e juntas analisamos o nosso comportamento.
Aí entra a Scarlet gestora, que elabora um plano para seguir à risca, estabelece metas, prazos e follow ups (dito assim parece a Scarlet troika).
E se a Scarlet procrastinadora dá sinais de si, aparece logo a Scarlet polícia a controlar e a passar multas.
De modos que a coisa lá vai andando e tem tendência a correr bem.
Independentemente disto tudo acho que sou desorganizada, o que me transformou numa pessoa muito organizada ao longo dos anos, porque, lá está, me obrigo a contrariar um comportamento natural.
Também desligo mentalmente quando as coisas não me interessam e este é o meu pior defeito, o que precisa mais da troika de maior esforço, mas está claro que não é coisa que se diga numa entrevista de emprego.
O pior é que na fração de segundos que demoro a engendrar uma resposta politicamente correta (nunca consigo levar esta bem preparada), temo que a minha testa se torne transparente e que consigam ler os pensamentos que me assistem naquele exato momento... PREGUIÇOSA - DESORGANIZADA - COM DÉFICIT DE ATENÇÃO - NÃO LAVEI AS MÃOS DA ÚLTIMA VEZ QUE FUI À CASA DE BANHO...
Portanto o que eu gostava mesmo de saber é qual é a resposta que vocês dariam nesta situação.
Por favor, não sejam honestos ao ponto de me contar realmente qual é o vosso pior defeito, dourem a pílula, deiam-me lá ideias.
Obrigadinha.

15 comentários :

  1. O meu pior defeito? olhe Sr empregador, é não me permitir ter nenhum. A sério, não me permito. Sou honesta, trabalhadora, amiga dos meus amigos e não me permito falhar. Por isso, defeitos, nenhuns.
    ....
    Pois, as duas perguntas para mim são horrorosas, tiram-me o sono, décadas de vida, e fazem-me cabeleiras brancas, Quanto a defeitos....chego sempre atrasada, e quando não chego é mesmo em cima da hora, depois de ter dito a mim mesma, e ter marcado na agenda tudo com tempo de manobra. Mas não podemos dizer isso ao Sr empregador pois não?

    ResponderEliminar
  2. Eu, infelizmente, sou muito sincera e depois não sei se fica bem ou mal... mas digo sempre que um dos meus defeitos é ser NERVOSA.... até agora só tive uma entrevista onde me fizeram tal pergunta e por isso fiquei quase engasgada e foi o que me saiu. Mas fiquei com o lugar por isso... não deve ter sido tão mau assim a sinceridade!

    Um beijinho doce xxxx

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sincera eu sou, o que às vezes não joga necessariamente a meu favor ;)
      Nervosa é que nunca sou, sou a Miss Cool!

      Eliminar
  3. Olá! Eu não costumo dizer os meus defeitos(?!), normalmente menciono quais seriam os meus pontos fracos (digo, a melhorar!) nesse emprego a que me candidato...
    Beijinho!

    ResponderEliminar
  4. Ora bem, e que tal:
    Sou perfeccionista, impaciente, autoritária?

    São 'defeitos' adequados a um local de trabalho.

    ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Impaciente e autoritária não me parece boa ideia, principalmente se te candidatares a funções como por exemplo secretária... hoje em dia todo o trabalho é trabalho de equipa e autoritarismo soa logo a sarilhos, a não ser que te candidates a 'patroa' ;)

      Eliminar
  5. ahahaha! Nem sei o que diria.
    Acho essas perguntas "nonsense", por um motivo. Há sempre "esperto(as)" que rapidamente arranjam qualidades e defeitos que convençam quem entrevista.
    Uma qualidade que tenho, que para mim é um defeito, é a sensibilidade. Terrível que sou, tornando-me, por vezes, burraaaaaaaaaaaaaa!
    Um defeito que tem a ver também com a sensibilidade é que não sei gerir os comportamentos (defeitos) dos outros.
    Pelo motidvo que odeio cargos. Gosto de trabalhar, faço tudo para ajudar, não escondo o que sei, mostro com facilidade quem sou, mas suportar cinismos e maus feitios, jamais.
    Por isso, é que penso que há perguntas sobre nós próprios que não têm sentido.
    E no trabalho,esta coisa de relacionamentos entre pessoas, é complicada.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ora o que eu pretendo é ser um desses 'espertos' lol! ;)

      Eliminar
  6. Humm, normalmente acho que essa é uma das piores questões em entrevistas de emprego e normalmente também levamos algum tempo para responder, pois as nossa qualidades sabemos nós bem, agora os defeitos, ninguém gosta de falar neles e muito menos numa entrevista onde é suposto "vendermos" o nosso "eu profissional".
    Mas os Técnicos de recursos humanos o que dizem a respeito dessa questão é que a devemos treinar em casa ( coisa que já estás a tentar fazer ) e o que devemos é exagerar uma das qualidades que já tenhamos falado na entrevista, por ex. sou muito organizada, mas por vezes exagero tanto que tenho dossiers com coisas que nem interessam, tudo organizado por dia e mês, ou sou muito presistente mas por vezes a minha presistência pode ser comparada com teimosia, e ser muito teimosa não é bom, etc.. . Coisas assim simples e que não comprometam "assim muito" a tua pessoa.

    Boa Sorte

    bjs

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Boa! Isto é o mais ou menos o que me tem saído ;)

      Eliminar
  7. sou pouco sociável, sem paciência para cafés, conversas de corredor e da treta [no meu local de trabalho sou a única que não frequento a sala do café]; posso ser pouco simpática, ou tolerante, mas sou educada com todos; não gosto de trabalhar em equipa, porque não gosto de gente pendurada em mim, nem de trabalho mal feito e isso pode trazer problemas; costumo procrastinar, mas não falho prazos.

    ResponderEliminar
  8. As vezes que me foi necessário responder a esta questão eu disse que sou preserverante (na verdade sou teimosa que nem uma mula), e organizada (tenho estratégias que me permitem contrariar a desorganição natural) e no mau ou menos bom disse que sou perfeccionista (sou picuinhas como o raio antes de entregar um trabalho). Ajudou?

    ResponderEliminar
  9. Sou persistente (teimosa como tudo), organizada (maniaca com a arrumação), perspicaz (um olho no burro e outro no cigano), directa (digo o que penso), sou vendedora portanto.

    ResponderEliminar

Obrigada pelo comentário ☺