quarta-feira, 25 de julho de 2012

wathever

O meu homem andava taciturno mas armado em valente e repetia, mais para ele que para mim, "não, não vou dar não sei quantos aérios por um telemóvel novo, não preciso, o meu tem a tecnologia toda blá blá blá".
Pois esta converseta durou 2 dias.
Ao final do 2º dia foi a um centro comercial, depois a casa, depois a outro centro comercial e ainda a outro centro comercial... e não ficou completamente satisfeito porque em nenhum encontrou a capa branquinha xpto, coisa que só alcançou ao 3º dia noutro centro comercial, pobrezinho, não sei como aguentou 24 horas de angústia e sofrimento.
Eu fiquei quieta no meu canto, deixa-o lá comprar o gadget, no fundo no fundo todas sabemos que eles encaram isto de ter um brinquedo novo como uma extensão da sua virilidade, enfim, e até fiquei contente, ofereci-me logo para herdar o telemóvel usado dele e ceder-lhe para backup o meu samsung mini com 2 dias de utilização, mas com o qual ainda não consegui criar laços.
E pronto, era isto, a vida tinha tudo para ser perfeita.
Mas não...
O primeiro golpe no seu frágil orgulho masculino deu-se quando um amigo gozou com ele "qu'é lá isso, tudo branquinho? isso não é telemóvel de gajo blá blá blá".
Chegou à noite a pedir-me colo, xôxinho, que secalhar o outro tinha razão, que não tem idade para ter um telemóvel branquinho, que secalhar o azulinho era melhor blá blá blá.
Ora eu, que até estou farta de gozar com ele e de lhe perguntar se está na fase padeiro, porque agora me anda sempre vestido de branco, fui uma querida, amiga, compreensiva e respondi com um maternal "não ligues môr que isso é inveja".
Mas o problema maior surgiu quando eu comecei a queixar-me que o ouço mal durante as nossas ligações, que começa bem mas que depois parece que se está a afogar e eu acabo sem perceber nada das conversas.
Ora considerando que ele me contou que, aquando da compra, numa das lojas estava alguém a apresentar uma reclamação porque tinha comprado um telemóvel igual e não conseguia ouvir bem quando fazia chamadas, pensei que o meu homem iria a correr com o seu bébé para uma das lojas a ver o que se passa.
Mas não!
Estamos nisto há 3 dias e ele amua comigo!!
Eu que mude de sala, que desligue o computador, que faça o pino etc., mas que a culpa não é, não pode ser, do seu telemóvel branco apaneleirado!
E, apesar de eu não o ouvir bem quando lhe ligo de casa nem quando lhe ligo da rua, ele argumenta que deve ser da zona, das antenas, do calor, da crise, da troika, mas jamé do seu telélé!
hum, hum... wathever... ponto nº 4 da tabela acima...


6 comentários :

  1. LOOL! O meu é exactamente assim por isso nem estranho, lool!

    ResponderEliminar
  2. LOL É que o telemóvel jamais. Nunca te mandou ir ao otorrino?
    O meu tem uma tara muito mais além mas pelo seu adorado PC. Eu já lhe chamo "a amante" e já lhe disse que ou ele se portava bem ou a dita amante ir janela fora =)
    Eu já estou no WOW em relação a isso.

    ResponderEliminar
  3. Yeah women whataver!!!!
    Digo isso muitas vezes :)

    ResponderEliminar

Obrigada pelo comentário ☺