terça-feira, 1 de maio de 2012

tuesday tenderness

As canções e o poemas ignoram tanto acerca do amor.
Como se explica, por exemplo, que não falem dos serões a ver televisão no sofá?
Não há explicação.
O amor também é estar no sofá, tapados pela mesma manta, a ver séries más ou filmes maus.
Talvez chova lá fora, talvez faça frio, não importa.
O sofá é quentinho e fica mesmo à frente de um aparelho onde passam as séries e os filmes mais parvos que já se fizeram.
(José Luís Peixoto)

Sem comentários :

Enviar um comentário

Obrigada pelo comentário ☺