terça-feira, 14 de fevereiro de 2012

luz

Deus disse 'faça-se a luz' e a luz foi feita.
Deus viu que a luz era boa e separou a luz das trevas.
Deus chamou à luz Dia e às trevas Noite.
Sobreveio a tarde e depois a manhã: foi o primeiro dia.
(Livro do Génesis)
Para mim o verbo sempre foi criador.
Sempre associei a verbalização ao compromisso, à assunção de algo, à luz.
Para mim, era da discussão que surgia a conclusão.
Foi há pouco que aprendi o silêncio.
Que passei a calar o supérfluo, o desnecessário.
O que pode ferir e deixar marca.
Aprendi a ouvir o que fica por dizer e a desvalorizar muito do que foi dito.
Aprendi que há palavras que são como a luz, que há palavras que trazem brilho ao olhar ou que rasgam com a sua raiva as bocas caladas.
Essa foi a nova luz que trouxeste à minha vida.
Obrigada.

2 comentários :

  1. Tá lindo esse post*
    Sim, há palavras que são como a Luz* * ...
    "Trazem brilho ao olhar, com as bocas caladas...Silencie!*
    Magnífico!
    Linda tarde.
    Mery*

    ResponderEliminar
  2. http://deixaentrarosol2.blogspot.com/2012/02/hoje-palavras-de-outros.html

    E é sempre um colosso renovado, passear os olhos por este blog!

    ResponderEliminar

Obrigada pelo comentário ☺