sexta-feira, 24 de fevereiro de 2012

crónicas da vódrasta - a turma do Ruca (II)

Aos 2 anos 3 meses e 28 dias de vida o meu enteaneto chama por mim, aflito, para o ajudar a encontrar a Sara.
Procurámos juntos por todos os cantos do quarto e nada de Sara.
Chegados à sala, com a turma do Ruca incompleta, o petiz queixou-se ao avô.
"Vô a Sara não tá cá".
E o avó responde "Pois não meu neto, a Sara (Norte) está na prisão".
Temo que, com avós destes, a criança vá crescer baralhada das ideias...

6 comentários :

  1. Fartei-me de rir, já com o post da Clementina me tinha dado um ataque de riso, mas este foi demais.

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  2. Deve ter sido com parvoíces destas que ele me conquistou ;)

    ResponderEliminar
  3. Olá,
    pois é...quem viu e quem a vê!

    Oh não!
    Bjs
    Fica bem

    ResponderEliminar
  4. fizeste-me lembrar uma do pai natal : eu ad izer as Pulgas que o pai natal tinha regressado À Lapónia e o meu senhor a dizer: nã tá no sótão dentro de um saco
    kis :=)

    ResponderEliminar

Obrigada pelo comentário ☺