terça-feira, 11 de outubro de 2011

Sufferre

Apesar das mini férias, apesar do sol, apesar de tudo, estes não têm sido dias felizes.
A minha gata está doente, eu estou doente.
Há quem não compreenda, há quem nunca vá perceber.
Mas é amor.
São 14 anos de partilha, de vida em comum, numa cumplicidade sem igual.
Há 14 anos era o meu bébé e hoje continua a ser o meu bébé.
O gato mais bonito e inteligente que o mundo já viu.
Especial.
Está muito doente, recusa-se a comer e eu levo o dia a pensar em alimentos e em estratégias de alimentação.
De alma triste, de coração dorido.
Não me interessa o que diz toda a gente.
Eu ainda não estou pronta para desistir.
E o amor tem feito coisas que até mesmo Deus duvida...

Sem comentários :

Enviar um comentário

Obrigada pelo comentário ☺