quinta-feira, 7 de julho de 2011

Shame on me

(via)
Hoje fomos buscar almoço ao take away do supermercado.
Acontece que o referido local estava a rebentar pelas costuras, com filas intermináveis nas caixas.
Logo, vai de combinar a estratégia: ele vai buscar tomates para a salada e eu já fico na fila.
So far so good.
Entretanto houve mais gente a ter esta fantástica ideia, nomeadamente na fila da caixa ao lado, onde duas senhoras com dois carrinhos de compras aguardavam.
Num acto de simpatia, disseram à pessoa que estava à minha frente na fila que passasse à frente delas.
Vai daí o meu homem não vai de modas, cola-se e zuca, passa também à frente das senhoras dos carrinhos de compras.
Elas não se importaram, mas naquele local não é suposto haver movimentações entre caixas e no zuca, o meu homem derrubou uma caixa de pastilhas, rebuçados ou afins.
(uma caixa não foi uma embalagem, foi um expositor de cartão, carregadinho de embalagens...)
Ora estou eu a ponderar apanhar as embalagens, começa o meu homem a gritar por mim do outro lado e eu, num movimento nada sexy, pimbas, atirei com mais uma caixa de guloseimas ao chão...
Ora estão dezenas de pastilhas, rebuçados ou afins espalhados pelo chão, as senhoras dos carrinhos de compras prontas para avançar, a menina da caixa a pedir dinheiro... e eu balbuciei "desculpe, derrubámos ali umas coisas", paguei o mais rapidamente que consegui e fugi dali para fora.
Eu sei, mereço um grande tau tau, atravessei o estacionamento envergonhadíssima, a ouvir umas lambisgóias a morder-me pelas costas e a dissertar sobre 'a falta de civismo de certas pessoas que não apanham o que deixam caír'...
(ora apanhassem elas para dar o exemplo)
Mas passo a explicar: tínhamos acabado de saír da praia e o meu homem, que nem é má pessoa, estas férias resolveu adotar os meus óculos escuros D&G (os meus preferidos, que ainda não tive oportunidade de usar porque ele não os larga...), o que não teria problema se ele não precisasse de óculos graduados para ver bem e os D&G não o são...
E eu não me podia pôr de rabiosque para o ar a apanhar gulodices porque o meu homem, que, repito, nem é má pessoa, me tinha picado os miolos sobre o sentar-me no carro com o biquini ainda molhado e o lixar os estofos e o caraças... e como a toalha de praia também estava molhada, a solução foi eliminar todas as possibilidades de contaminação salina antes de entrar no carro.
Logo, repito, não me podia pôr de rabiosque para o ar a apanhar gulodices...

2 comentários :

  1. ahahhah o q me ri!!!! =) grandes momentos!

    ResponderEliminar
  2. Isso é que foi uma aventura Scarlet!! quando fores às compras outra vez avisa ok!!!

    ResponderEliminar

Obrigada pelo comentário ☺